Maria Ivone Vairinho e Poetas Amigos

Junho 02 2010

ROSAS PARA EUGÉNIO DE ANDRADE
 

As mesmas que lhe ofereci aos 80 anos!
Este era o mote do homenageado... (por intermédio do Dr. Joaquim Montezuma de Carvalho):

 "Se não for para arder, uma rosa no inverno de que serve?"

 Eugénio de Andrade

  

Rosa breve 
 
Uma rosa voou breve
pousou num floco de neve,
porque quis morrer assim...

Mas o cristal se desfez
e a rosa renasceu... 

É roseiral infinito
que floresce todo o ano. 

Todas as flores merecem
uma nova Primavera. 

Rosas todo o ano

As rosas são todo o ano
e bebem flocos de neve... 

Vem o fogo e os aquece
ficando a alva planície
plena de flores silvestres.

Os poetas ali bebem,
Castália, copos de orgia... 

Não há rosas todo o ano?  

Rosa de Inverno

Oh! minha rosa de Inverno
que tens vida todo o ano: 

Quero-te no meu jardim,
na campa da minha mãe,
no seio da minha amada!

 

Rosa desnuda

Desnudei a minha rosa,
nua ficou, alva e rota.

Casei-a com neve fina,
de frio morreu, coitada. 

Mas o botão fez-se flor
com alma de concubina...

Tudo e todos amou,
o sol de inverno raiou... 

A rosa ficou tão linda!

Rosa não tem idade

Ser rosa é não ter idade,
é ser flor, fruto, semente,
fogo em floco de neve,
pétala, estigma, gente.

É vida sob o orvalho,
é urze ou torga nascente.
 
O amor da rosa

Às vezes
uma rosa não é nada
no Inverno, vendavais... 

Mas basta a pétala ardente,
gineceu, estigma quente,
e os flocos se incendeiam...

Dos campos

                      brotam trigais!

  •  
    •  
      •   joaquim evónio
      • 

(Publicado no "Primeiro de Janeiro", Porto, 13 Fev 2003)

 

 

(colocado por Maria Ivone Vairinho)

publicado por appoetas às 03:32

Junho 02 2010

Irei embora um dia p'ro infinito,

Num lugar que agora eu cito.

Já que venho de eras distantes

Vou para tempos imanentes !

 

Produto da transmissão dos corpos,

E andar sempre em caminhos tortos.

Deixar marcas eu gostaria

Mas, vejo que nunca poderia !

 

Minha obra é muito restrita,

E nela não houve conquista.

Porém, no meu tempo ela passou,

Com certeza dela nada ficou !

 

Poeta para sempre serei,

E penso que assim não errei.

Todo ser se julga um rei

Mas, essa pecha nunca levarei !

 

Sonhei que era um mestre falante,

E na realidade somente figurante.

Sou um pobre poeta andante

Amor à poesia e brusco anelante !

 

Nunca mais haverá esperanças,

Embora flutue nas andanças.

Chegou o inverno na minh'alma

Ainda me resta o amor e sua calma !

 

No tempo sou filho da outrora,

Do radiar da vida e sua aurora.

Meus sonhos foram cortados

E no fundo de um poço jogados !

 

Nunca mais darei esperanças,

Porque só são ditas falanças.

Minhas palavras não têm valor,

Como na procissão carregar o andor !

 

O fim da estrada está chegando,

Como de uma fonte a água saindo.

Só resta algo importante fazendo,

Amar e no final, poesias dizendo ! ! !

  

ADRIANO AUGUSTO DA COSTA FILHO

 

Casa do Poeta de São Paulo.

Movimento Poético Nacional.

Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores.

Academia Virtual Poética do Brasil.

Academia Poços-Caldense de Letras- M.G.

Ordem Nacional dos Escritores do Brasil.

Associação Portuguesa de Poetas/Lisboa/Portugal.

 

publicado por appoetas às 03:22

Junho 02 2010

Sente e não arrefece

fervilha no que escreve

mensagem que ilumina,

dando vida ao papel.

Refeito no seu populismo

fá-lo-á com altruísmo,

eloquente e fluente,

onde resvalam as quezílias

suavizando o romance: 

- Criando amor!

O Fado assim cresceu,

visando o autor

em suas rimas:

- A musicalidade!

No seu eco…

Gerando a felicidade.


Pinhal Dias – (Lahnip) - Maio 2010

 

 

Pinhal Dias

http://artesonhador.atspace.com/

http://naturezahumana.nireblog.com/

http://www.osconfradesdapoesia.com

http://www.pinhaldias.com

 

 

publicado por appoetas às 03:18

Junho 02 2010

OS PRÓXIMOS TEMPOS

 

Assim como surgiu a era da Informática

E tomou o comando nas Telecomunicações

O Espírito Divino exibe sua nova matemática

Onde tudo é genuíno no pensar e nas acções!

 

Os próximos tempos põem fim ao Materialismo

O mundo corrompido é afastado por imaturo

A Alma é purificada e recebe o seu Baptismo

A Criação surge num planeta mais seguro!

 

Rui Pais

31/05/2010

publicado por appoetas às 02:57
Tags:

Este blogue está aberto aos co-autores e Poetas Amigos de Maria Ivone Vairinho
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

15


27


links
pesquisar
 
Tags

11 poemas inéditos de carlos cardoso luí(1)

25 anos app(11)

ada tavares(18)

adriano augusto da costa filho(39)

albertino galvão(11)

albina dias(18)

alfredo martins guedes(2)

ana luísa jesus(4)

ana patacho(3)

anete ferreira(3)

antónio boavida pinheiro(22)

app(5)

armindo fernandes cardoso(3)

bento tiago laneiro(5)

carlos cardoso luís(13)

carlos moreira da silva(2)

carmo vasconcelos(22)

catarina malanho semedo(2)

cecília rodrigues(48)

cláudia borges(8)

dia da mãe(8)

dia da mulher(9)

dia do pai(6)

donzília martins(8)

edite gil(68)

elisa claro vicêncio(4)

euclides cavaco(100)

feliciana maria reis(4)

fernando ramos(20)

fernando reis costa(3)

filipe papança(11)

frances de azevedo(2)

gabriel gonçalves(14)

glória marreiros(20)

graça patrão(6)

helena paz(15)

isabel gouveia(3)

jenny lopes(11)

joão baptista coelho(1)

joão coelho dos santos(7)

joao francisco da silva(4)

joaquim carvalho(3)

joaquim evónio(9)

joaquim sustelo(70)

judite da conceição higino(4)

landa machado(1)

liliana josué(45)

lina céu(5)

luis da mota filipe(7)

manuel carreira rocha(4)

margarida silva(2)

maria amélia carvalho e almeida(6)

maria clotilde moreira(3)

maria emília azevedo(5)

maria emília venda(6)

maria fatima mendonça(2)

maria francília pinheiro(3)

maria ivone vairinho(14)

maria jacinta pereira(3)

maria joão brito de sousa(69)

maria josé fraqueza(5)

maria lourdes rosa alves(4)

maria luisa afonso(4)

maria vitória afonso(8)

mário matta e silva(20)

mavilde lobo costa(22)

milu alves(6)

natal(16)

odete nazário(1)

paulo brito e abreu(6)

pinhal dias(9)

rui pais(8)

santos zoio(2)

sao tome(10)

susana custódio(15)

tito olívio(17)

vanda paz(23)

virginia branco(13)

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO